31.12.08

2008 foi o ano...

... das grandes asneiras (e das grandes lições!), de amizades recuperadas e amizades perdidas, do elvis, de milão e de londres, dos planos para nova iorque, dos casamentos e dos rompimentos, das neuras e das pequenas grandes soluções, da dieta, das férias em agosto, de jamiroquai, de cat power, de kusturica. de pôr tudo em causa e no fim dar valor ao que realmente importa.

28.12.08

último fim de semana do ano

e o jantar de sexta foi dos mais optimistas dos últimos meses. e dancei freneticamente na companhia da melhor amiga e do seu mais-que-tudo, um amigo inverosímil. e andei de esfregona na mão a preparar a melhor festa de passagem de ano do mundo. e uma noite de sorna em casa transformou-se numa noite de gargalhadas com a companhia mais improvável de sempre. e avizinha-se um fim-de-tarde de chá com "elas".

tenho para mim que isto é o prenúncio de um incrível 2009.

27.12.08

eu vou


ontem fui ao passos manuel

e apaixonei-me pelo nuno lopes.

24.12.08

ah, é verdade...

BOM NATAL!!

este ano quebro as tradições

o último presente desesperado foi comprado a meias com a irmã (ok, conta como amiga).
o almoço, esse foi em família. um prato tipicamente natalício - arroz de marisco.
a lanche foi parco, só uma rabanada, um bilharaco (será que é assim que se escreve?) e um rissol de marisco, regados com muito chá.*
estou a guardar-me para o pão-de-ló com queijo da serra à ceia. e para a roupa velha de amanhã.
provavelmente entro no ano novo a rebolar! ou a ser operada à vesícula. das duas uma...

*sei que é um lanche estranho, mas foi o que se arranjou no trabalho!

19.12.08

dos jantares de natal

imaginem um senhor de uma certa idade. gordo, bonacheirão e de barba branca.
agora tirem-lhe a barba branca. e o bonacheirão. e têm o meu chefe.
agora imaginem um jantar de natal de trabalho, em que ambos esticamos a mão para o mesmo (o último) folhado de salsicha. intimidada, soltei um "ai!" baixinho e retraí a mão a medo. e o cavalheiro agarra o folhado à pressa e engole-o de uma vez só.
um bom natal também para si e para os seus!

17.12.08

aves raras














ser amante de animais é mais ou menos como ter um blog.
estou a ter uma conversa perfeitamente normal com alguém e isso vem à baila e sou brindada com um olhar como quem diz "e parecias uma pessoa perfeitamente normal..."
por isso é que para mim uma ida a um consultório veterinário é uma experiência deliciosa.
de repente todas as pessoas à minha volta sorriem a cada bicho que entra, espreitam e fazem perguntas. não importa se é gato, cão, coelho ou porquinho-da-índia. não dizem "ah, é um gato? eu sou mais de cães..." e não olham para mim como se eu fosse uma ave rara.

16.12.08

i love london in the winter time



































tarda mas não falha...

14.12.08

ontem à noite caiu granizo

e em retrospectiva parece-me que foi de facto uma boa noite para ficar em casa a beber chá e a ver "Sexo e a Cidade" (a boxset que comprei em londres a 50% do preço parece-me até ver o melhor investimento deste inverno!).




13.12.08

em branco

tenho por tradição que a minha irmã me ofereça uma agenda de presente de natal.
e todos os anos no dia 25 abro-a, admiro as suas páginas vazias e sinto o cheiro a papel novo.
demoro o meu tempo a copiar contactos e aniversários.
e aprecio o facto de que tenho um mundo de horizontes à minha frente e 365 novos dias para os atingir.

11.12.08

não se desiste de um amigo

e quando um amigo desiste de nós?*

* eram estas as palavras que me faltavam para te responder, inês.

10.12.08

jingle bells

eu tenho um grave problema com acessórios de natal. e esse problema é que os odeio.
odeio peluchinhos de renas e pais natal, velinhas com motivos natalícios, barretes de pai natal, sininhos e luzinhas.
e esse problema dá de si quando tenho de levar uma lembrança para um jantar de natal. porque tenho como princípio só oferecer coisas que gostaria de receber.
e uma caixinha cheia de espírito natalício, pode ser?

9.12.08

barbarella

hoje vi uma fotografia em que estavas linda. apeteceu-me ligar-te, dar-te esse mimo.
mas depois lembrei-me de tudo o que aconteceu e achei que não fazia sentido.
tenho saudades tuas. tenho saudades do "nós" que éramos contigo.

lei de murphy do sono

quanto mais durmo, mais me apetece dormir.

5.12.08

fantasma dos natais passados

adoro o natal.
adoro receber e mandar postais, escolher presentes a dedo, fazer rabanadas, ir a jantares de natal, comer bolo rainha, gritar "para o zé maria com um beijinho dos tios, primos e avós" pela consoada fora...
adoro os almoços de dia 24. de há uns anos para cá criei a tradição de fazer a última compra desesperada nesse dia, acompanhada de um qualquer amigo tão desesperado como eu.
não sei como vai ser este ano, até porque já tenho as compras bastante adiantadas e sou capaz de não deixar nada para esse dia... mas é sem dúvida um momento que me dá muito prazer.

3.12.08

caja de gafas

usei óculos desde os dois anos. daqueles de borracha, pequeninos, maleáveis e cor-de-rosa.
cresci com aquele apêndice pendurado no nariz. cor-de-rosa.
quando o oftalmologista disse aos meus pais "não há nada a fazer, já não vai corrigir", tinha eu oito anos, fiquei estupidamente feliz - fora com os óculos!!
e agora, anos e anos depois, chega o momento de enfrentar de novo este demónio. antes que fique cegueta também do outro olho.
e não consigo decidir-me. de cada vez que ponho uns óculos no nariz, não me sinto minimamente fashion. sinto-me a croma da escola primária.

1.12.08

é maldade pura

os restaurantes que servem refeições com mais de 500 kcal por porção (estou a atirar um valor, entenda-se) deviam ser proibidos de ter espelhos de 360º na casa-de-banho.

insónias e dietas

passei a noite toda "à conversa" com o risotto de pato e cogumelos que comi ontem ao jantar.
por isso hoje estou cheia de sono... e de dieta.

30.11.08

pena não ter fotos para ilustrar...

mas dei um jantar sentado para 10 (sim, dez!) pessoas no meu apartamento minúsculo!!
sim, é verdade, a(s) mesa(s) ocupavam toda a sala de estar/sala de jantar/salão de baile, mas foi a desculpa perfeita para ficarmos à mesa durante quatro horas, os amigos que não via há imenso tempo e os amigos de amigos e as amigas de sempre. a rir, a gozar uns com os outros, a fazer disparates, a apreciar a companhia, a comida, o vinho e o café.
e nem a pilha de loiça para lavar me fez arrepender deste serão...

28.11.08

já fui...














... e já vim!



















amanhã conto mais.

22.11.08

f*ck you t.p.m.

fui ver Kusturica.

21.11.08

t.p.m.

tão má, tão má, tão má, que até nos meus sonhos estou insuportável.

19.11.08

eu não estava ansiosa por estas férias

a bem dizer, a única coisa boa que me ocorria de ter férias em novembro era poder ir ao ikea e ao shopping fazer compras de natal sem ser atropelada por hordas de parolos armados em turistas...
mas hoje, depois de dormir até às 11, almoçar nas calmas em boa companhia, tomar café na praia e antecipar um belo jantarinho com os velhotes e cafezinho com as amigas, acho que começo a pensar que eram mesmo o que estava a precisar.


17.11.08

elvis the cat

video

16.11.08

como me tornei uma besta insensível

sei que o último ano foi difícil para mim. tive muita coisa para digerir e andei uns tempos na lama.
mas na minha montanha russa mando eu.
e divirto-me como ninguém como estou lá em cima. e puxo-me para cima quando estou mais no fundo do que alguma vez imaginei.
sei que tive o apoio das pessoas que me rodeiam e sinto-me muito grata por isso.
mas sei também que se não tivesse sido eu a puxar-me para fora do buraco para onde me via a rastejar não havia ajuda que chegasse.
e sei que essa força é uma das características que me define. digo a mim própria tantas vezes que estou bem... que acabo por acreditar.

por isso, embora me considere uma boa amiga, não consigo lidar com pessoas que não fazem o mesmo. que olham para os problemas de forma derrotista e que esperam que os amigos resolvam as suas crises emocionais e os seus problemas de auto-estima.
por isso respiro fundo, ligo a cassete e rezo para que desta vez a mensagem entre na cabecinha dura em questão..
será que isso faz de mim uma má pessoa?

15.11.08

querido pai natal,

este ano fui uma boa menina, amiga do meu amigo, boa colega, trabalhei muito muito e tentei ao máximo controlar o meu mau feitio.

por isso vê lá o que me pões no sapatinho!

o jantar de ontem

foi este.









adoro novas experiências culinárias, principalmente quando correm bem!!
receita aqui

14.11.08

gosto

"Aquilo a que muita gente chama amar consiste em escolher uma mulher e casar-se com ela. Escolhem-na, juro-te, eu vi-os fazerem-no. Como se se pudesse escolher no amor, como se o amor não fosse como um raio que te parte os ossos e que te deixa petrificado no pátio. (...) Não se pode escolher Beatriz, não se pode escolher Julieta. Tu não escolhes a chuva que te vai ensopar até aos ossos quando sais de um concerto."

Julio Cortázar in O Jogo do Mundo (ed. Cavalo de Ferro)

roubado daqui

13.11.08

defeito profissional

não há estudos nem experiência profissional que nos preparem para a angústia de ver uma pessoa de quem gostamos deitada numa cama de hospital.
foram horas de stress e nervosismo contido porque sabia que tinha olhos e ouvidos atentos aos meus olhos e ouvidos de profissional.
e quando a vi entrar no quarto, pálida e grogue, senti um alívio tão grande que só me apeteceu chorar...

10.11.08

peço desculpa

mas esta semana vou andar sumida.
vou a um congresso comer bolinhos em miniatura e tomar nespresso e embadochar-me com aqueles almoços maravilhosos.
e já agora vou tentar aprender qualquer coisinha. mas não prometo...

6.11.08

oferta e procura

fui a uma dessas fantásticas lojas de maquilhagem onde experimentaram tudo e mais um par de botas na minha fronha e basicamente me explicaram que de agora em diante é o declínio e que a única coisa que posso fazer é adiar o inevitável...
por isso gastei uma pipa de massa lá e fiquei de voltar para comprar um creme facial hidratante mais um creme para os olhos mais um gel para lavar a cara mais umas toalhitas desmaquilhantes...
ficamos sempre com vontade de voltar quando somos assim bem tratadas, não é?

adoro!!



4.11.08

só pode melhorar...

acordar tarde, dar com uma mijadela do gato numa almofada do sofá, apanhar chuva, entornar o pequeno-almoço na carteira...
que belo início de dia!!

2.11.08

eu disse...

... que andava com saudades da máquina fotográfica!

os domingos nunca mais serão iguais






clubbing - 31.10.2008












elvis has entered the building

ia eu a conduzir em direcção a casa, já atrasada para o banho e toillette para uma noite de borga, quando começo a ouvir algo que ninguém esperaria ouvir dentro do seu próprio carro - um miado insistente!
páro o carro numa das praças mais movimentadas da cidade e abro o capot do carro, e no meio do motor, cheio de fuligem e de medo, estava um gato!!
acho que nesta história posso passar à frente os pormenores da hora que se seguiu, com mil tentativas de o tirar do carro sem sucesso...
passo directamente para o final, quando o consegui apanhar com a ajuda de um benfeitor de terras canarinhas, a quem prometi baptizar o gatinho em sua honra...
"qual é o seu nome?"
"elvis." - não me ocorreria nome melhor.



30.10.08

o serão de ontem...

foi bem passado entre sushi, finos e planos para Londres.

e depois entre chá, amendoins e... moulin rouge!

27.10.08

prémios e cenas

então parece que é assim:
recebi o meu primeiro prémio!
parece que a inês achou que este meu tasco merecia o Prémio Dardos - O Prémio Dardos reconhece o valor de cada blogger ao transmitir valores culturais, éticos, literários ou pessoais e que de alguma forma demonstram a sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto naquilo que escrevem. Por outro lado, esta é também uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.
Quem recebe o Prémio Dardos e o aceita deve seguir algumas regras:
1 - Exibir a imagem;
2 - Linkar o blog pelo qual recebeu o prémio;
3 - Escolher quinze outros blogs aos quais entregar o Prémio Dardos.

ponto número um - check!

ponto número dois - check!

ponto número três - desculpem mas não conheço assim tantos blogs... ou pelo menos não os visito regularmente. espreitem aí os da coluna da direita, todos recomendadinhos por mim!

e agora, e depois de agradecer muito muito muito por esta honra aviso desde já que foi a primeira e última vez que participei numa destas cadeias. é que se isto fosse a minha caixa de e-mail isto tinha ido directamente para o lixo sem passar pela casa de partida nem receber os 2000$00 (desculpem mas já não jogo monopólio há muito tempo!)

nada pessoal inês, adorei o prémio!

26.10.08

rise and shine

só me ocorre uma coisa pior do que acordar às 7 da manhã num domingo...
esquecer-me de que mudou a hora e acordar às 6!!

24.10.08

cansei de ser sexy

adoro roupa de inverno. durante o dia é ver-me toda fashion pela rua fora, gorro na cabeça, cachecol a esvoaçar, casaco de fazenda ou gola tamanho XL.
mas quando falamos em trajes de dormir, acaba todo o sentido de moda. e aparece a camisola metida dentro das calças. e as calças enfiadas nas meias.
faria e fará qualquer fashionista dar voltas e voltas na campa. mas não há frio que consiga entrar!

23.10.08

londres here I go

estou ansiosa por me encher de gorros e cachecóis e camisolas e embarcar nesse avião.

mania da perfeição

tenho a mania de tentar ser perfeita.
a amiga perfeita, que não exige e não amua. a enfermeira perfeita. a colega de trabalho perfeita. toda eu um exemplo de perfeição.
para mim é cansativo de caraças.
e para quem está de fora deve ser deveras irritante.
e eu não gosto de ser irritante. porque assim não sou perfeita.

22.10.08

venha lá o senhor inverno

acabaram-se as horas de clausura em casa, ansiosamente à espera do toque da campainha.
chegou a minha encomenda.
para já não mostro - a máquina está a carregar.
digo só que estou feliz de ser mais uma no rebanho, digam o que disserem.
e tenho os pés quentinhos!

meu dito, meu feito

hoje quando passava a ponte de regresso a casa depois de mais uma noite de trabalho deixei que os meus olhos se perdessem na paisagem que tenho a sorte de conhecer.
e deram-me umas saudades súbitas de tirar fotografias.
já pus a máquina a carregar.

18.10.08

tema recorrente..?

depois de mercy... beggin'!

estou que nem posso...

hoje fui a uma festinha de um primo que fez 10 anos.
daquelas como quando eu era pequenina: pipocas, gomas, bolinhos em miniatura, batatas fritas, coca-cola...
deve ter sido engraçado ver marmanjos de 22-26 anos a lutarem pelos últimos húngaros e a comerem smarties às mãos cheias.

17.10.08

com a chuva de ontem...

... cheira-me que estou a chocar uma constipação "daquelas".
quer dizer, a bem dizer não me cheira grande coisa...

15.10.08

metaforicamente falando

há uns anos fiz uma entorse num pé. na altura ficou muito inchado, doía-me imenso, nem sequer conseguia pousar o pé no chão.
aos poucos foi cicatrizando, mas ainda manquei durante uns tempos.
e agora, já uns anos passados, estou impecável. ando, corro, salto...
mas de vez em quando apoio mal o pé e dou um "jeito". sinto logo uma guinada. nunca dói tanto como a entorse original, porque já cicatrizou. acho mesmo que até dói mais pela lembrança daquilo que sofri. mas é o suficiente para mancar um par de horas. depois passa.

agora faz de conta que a entorse é um desgosto amoroso. e que o "jeito" é alguém falar de forma depreciativa ou sarcástica ou insensível daquilo por que eu passei.
faz de conta.

14.10.08

prós e contras

porque é que eu quero mudar de casa:
* porque quero poder estacionar o carro a menos de 150m de casa
* porque detesto os azulejos velhos da minha casa de banho
* porque estou farta da multidão barulhenta à porta de minha casa de 2ª a sábado até às 4 da manhã
* porque quero uma máquina de lavar roupa e cá em casa não a posso pôr sem o risco de curto-circuito por causa da água que entra na marquise quando chove

porque é que eu não quero mudar de casa:
* porque não vou ter dinheiro para jantar fora todos os fins-de-semana e ir ao cinema todas as semanas e comprar um par de calças de ganga por mês e ir ao concerto de Gogol Bordello no Campo Pequeno e ir a Londres em Novembro
* porque gosto da minha companheira de "piso" e vou ter saudades das suas arrumações obsessivas
* porque não encontro nenhum apartamento que eu possa pagar e com garagem no centro e não me apetece sair desta zona

HELP!!

tenho andado longe

não me tem apetecido passar por cá.
porque muitas questões me têm preenchido os dias. mas não as posso partilhar aqui.
algumas porque embora extraordinariamente importantes não são minhas para partilhar.
outras porque são tão importantes que acho que devo esperar pelo momento certo para as soltar na boca do povo.
a grande maioria delas porque são tão mundanas e fúteis como estar furiosa porque da primeira vez que resolvo utilizar o meu cartão de crédito (que está guardado numa gaveta há 6 meses) ele não funciona. e disso ninguém quer saber, pois não?

dúvidas existenciais #2

porque é que sempre que acabo de passar o chão da casa de banho a esfregona me dá uma súbita e incontrolável vontade de fazer xixi?


... e porque é que não há uma forma menos ridícula de dizer "fazer xixi" sem entrar em termos técnicos?

10.10.08

dia nim

foi muito bom... e muito mau.
estou cansada... e ainda vou trabalhar.
para já não há forças para mais. nem inspiração.
talvez mais logo...

8.10.08

a minha alma está parva

e o meu coração está apertado.
quando eu pensava que uma das minhas melhores amigas estava no auge da felicidade, o mundo caiu-lhe aos pés.
e obviamente fez-me também tremer. ainda tremo.

7.10.08

dilúvio

quase podia jurar que a arca de noé passou pela minha janela hoje de manhã...


6.10.08

dor de alma

dói-me o pé.
dói-me a cabeça.
dói-me o bolso e o limpa-párabrisas do carro.

4.10.08

e como por telepatia

ele ligou-me.

3.10.08

será possível?

ninguém acredita que seja possível ficar amiga - amiga mesmo - de um ex.
eu acredito. pelo menos de um.

o único motivo para um gajo querer manter uma ex por perto, principalmente quando não foi ele a terminar a relação, é achar que a pode reconquistar. e acho que foi isso que aconteceu.
mas aos poucos ele foi-se habituando a ter-me por ali.
acabámos o curso ao mesmo tempo, antes de todos os nossos amigos. fomos trabalhar para a mesma cidade grande, e partilhávamos viagens de regresso a casa.
acho que ajudou o facto de ele ter arranjado uma relação séria antes de mim. e eu fiz o meu papel: conheci-a, ouvi as histórias, ajudei a escolher presentes.
ela veio. e ela foi. e ainda durou uns tempos!
e eu fiquei.
e temos conversas que não temos com mais ninguém, porque são conversas que não se têm com gajos, nem com gajas que se quer "sacar", nem com gajas que vão ter a mesma opinião que nós.
e às vezes somos brutos. e às vezes zangamo-nos.
e às vezes passamos tanto tempo juntos que nos cansamos um do outro e precisamos de uns tempos de intervalo.

e às vezes, como agora, tenho saudades dele.

é bom saber

não que eu tenha celulite...
conversa do dia. não, do mês. não, do ano. by Kiss Me

2.10.08

o que é de mais é exagero

cada uma na sua vez, já todas ouvimos uma resposta torta da tua parte, já recebemos uma mensagem seca, já não obtivemos resposta aos e-mails.
e fizemos ouvidos moucos, porque tu tens estas fases e passam, daqui a bocado estás aqui para te passarmos as mãos pelo pêlo.
por mim, já chega.
porque acho que já chega de te mimarmos na tentativa de pedir desculpa por alguma coisa, que muito provavelmente nem existe, que te afastou de nós.
porque não te fizemos nada.
muito menos um nada que justifique uma indiferença tão grande face a 10 anos de amizade.

melhor melhor...

... só quando fiquei sem os drivers do modem porque o meu computador pifou e tive esta interessante conversa com o amável senhor do apoio telefónico da netcabo:

EU: boa tarde, eu queria saber uma informação. o meu computador teve de ser formatado e perdi os drivers do modem. precisava que mos fornecessem. tenho o modem X.

ELE: claro, deixe-me consultar a nossa base de dados...
...
... bem, nós já não temos os drivers para esse modem, já não o comercializamos. para obter os drivers terá de os procurar na internet.

EU: deixe-me ver se eu percebi... para ter internet tenho de ir buscar os drivers para instalação do modem... à internet??

como eu detesto tecnologias

só um momentinho que eu tenho de ir ali ao carro* buscar o telemóvel que ficou esquecido.
preciso dele para receber um código por sms para poder fazer uma transferência bancária pela internet, que me dá muito trabalho andar 100 metros para ir ao multibanco... assim é mais prático!

*(que ficou na garagem a 200 metros daqui)

30.9.08

graus de dificuldade

a vida não está fácil.
que o digam as minhas amigas que têm os namorados a milhares de quilómetros de distância.
ou as que tentam a todo o custo fazer resultar uma relação com alguém que é o oposto delas.
ou as que tentam esquecer o ex-namorado que teima em não lhes sair da cabeça.
a minha está tão fácil que até irrita.

27.9.08

paul newman (1925-2008)

estou sem palavras.

26.9.08

gosto de surpresas

e às vezes sou surpreendida por pequenas pérolas de amizade.
como uma mensagem a perguntar se estou melhor de uma mísera dor de barriga.
ou um desabafo pelo messenger de alguém que está longe e que me diz "tenho saudades tuas, trenga!"
às vezes ando tão embrenhada nos meus pequenos problemas, tão concentrada no meu próprio umbigo que me esqueço de dar valor a isso.
o meu obrigada.

25.9.08

my lucky stars


















sim, eu sei que são um cliché mas eu adoro-as!!

(eu juro que as minhas orelhas não são tão grandes como parecem nesta fotografia...)

vou ali e venho já


23.9.08

a dor é um conceito relativo

ando cá com umas ideias...
um dia destes explico.

22.9.08

a beleza de uma folga ao domingo

dormir até não poder mais
almoçar em casa dos pais
deitar no sofá de papo para o ar
comando da televisão na mão
ver a bola com os primos
jantar em casa dos tios
ouvir as histórias das primas
e ainda assim chegar a casa a horas de ter uma boa noite de sono.


poesia pura.

18.9.08

já estava a ficar assustada...

enjôos... falta de apetite... noites mal dormidas...

estarei apaixonada?
estarei grávida?

ufa! é só uma crise de vesícula!
(pode ser que consiga perder os quilinhos que ganhei nas férias e que teimam em ficar por cá...)

17.9.08

acho uma certa graça

a ver o noticiário sem som e reparar na cara triste dos nossos políticos.