24.11.11

"ó amigo, de ajuda preciso eu!"

depois de um turno de 19 horas demorar uma hora a chegar a casa, não arranjar lugar para estacionar por causa da porra da greve, ter de estacionar num lugar de parquímetro, abrir o porta-moedas e só ter 15 cêntimos e ainda aparecer um arrumador a dizer "ó menina, dê-me uma ajudinha..."

1 comentário:

Menino da Mamã disse...

Ahaha! Grande gargalhada!